• A partir do dia 1º de outubro viajantes estrangeiros poderão entrar em solo chileno, mas para isso serão necessários seguir alguns passos. 


    Requisitos para entrar no Chile


    Declaração Jurada disponível no site c19.cl


    Teste PCR - Covid com coleta feita em até 72 horas antes do embarque


    Seguro Viagem de U$ 30 mil e com cobertura para qualquer gasto com Covid


    Validar a vacina no sistema  https://mevacuno.gob.cl/ 



    Uma das exigências é validar a sua vacinação e aqui vou te apresentar o passo a passo de como validar a sua vacinação antes de viajar ao Chile.


    Quais vacinas são aceitas no Chile?


    Todas as vacinas aprovadas pelo Instituto Chileno de Saúde Pública

    (ISP), a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Food and Drug Administration

    Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) e a Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

    Atualmente, estes correspondem aos da: 


    Moderna


    Pfizer / BioNTech


    Janssen (Johnson & Johnson)


    Oxford 


    AstraZeneca


    Sinopharm


    Sinovac (Coronavac)


    CanSino 


    Generium (Sputnik-V)




    Como validar a sua vacina para entrar no Chile?


    Os estrangeiros não residentes no Chile devem solicitar a validação da vacinação recebida no exterior com o objetivo de receber o “Pase de Movilidad” - passe de mobilidade.


    O usuário deve entrar na plataforma https://mevacuno.gob.cl/


    a) Você deve criar uma conta com e-mail e senha.

    b) Verifique seu e-mail e confirme seu e-mail na notificação que você receberá

    da plataforma mevacuno.gob.cl.


    c) Atualize o site mevacuno.gob.cl

    1. Ao entrar vá ao menu "Minhas vacinas".

    2. Preencha o formulário "Validação de vacina para estrangeiros não residentes".

    3. Você deve entrar com o número do documento que foi registrado quando você

    foi vacinado (Passaporte - RG ou CPF)

    4. Preencha seu e-mail, é importante que você o preencha bem, pois

    será o meio de comunicação nas etapas a seguir

    5. Preencha o país de vacinação de sua primeira dose

    6. Vacina com a qual você foi inoculado como primeira dose

    7. Número do lote da 1ª dose (este campo não é obrigatório)

    8. Data de aplicação da 1ª dose

    9. Estabelecimento de saúde onde você recebeu a 1ª dose

    10. País de vacinação da sua 2ª dose

    11. Vacina recebida como 2ª dose

    12. Número do lote de sua 2ª dose (este campo não é obrigatório)

    13. Data da vacinação da 2ª dose

    14. Estabelecimento de saúde onde você inoculou com a 2ª dose

    15. Anexar foto do documento de identificação (com número de identificação)

    que deve coincidir com o que foi registrado na vacinação (Passaporte -

    RG).

    16. Anexar comprovante ou certificado de vacinação no país de vacinação.


    Pode ser um documento digital com uma assinatura eletrônica avançada ou um

    Código QR que certifica que as informações são emitidas por um órgão oficial

    de governo ou de validação física (cartão, certificado ou boleto de vacinação).


    -Faça Download do certificado no aplicativo conecte SUS, lá tem a opção de emitir em espanhol-


    Se você tiver um que contenha uma assinatura eletrônica avançada ou QR, o processo será mais rápido.

    17. Anexe um documento que comprove a permanência no país onde você  embarcou tais como: passagem aérea, página de entrada e / ou saída do país onde foi realizada a vacinação,

    documento de internação hospitalar ou certificado de endereço

    18. Você também pode incluir anexos como: algum documento ou recibo

    que complementa o aplicativo inserido.

    Caso o certificado físico não seja em espanhol ou inglês, pode ser solicitada a inserção da tradução autorizada do certificado para um desses dois idiomas.


    d) Você receberá um e-mail quando for concluído indicando se o processo ou

    se você precisar anexar mais documentação para validação. 

    No caso de precisar mais antecedentes e documentos que você deve preencher através do link que chegar em seu e-mail previamente cadastrado.

    e) Lembre-se que este processo de validação pode levar até 30 dias



    Quais são os resultados possíveis de uma solicitação de validação?


    Quando uma pessoa solicita a validação de sua vacinação no exterior, são 3 possíveis

    respostas:


    Incompleto


    Válido


    Temporariamente Válido



    Incompleto


    O pedido é rejeitado por ser incompleto ou inconsistente. O usuário deve completar o seu pedido através do link que lhe será enviado por email.


    Válido


    Depois de enviar uma inscrição completa e verificável por meio eletrônico, aceite o aplicativo e você pode baixar seu Passe de Mobilidade. A validação terá uma duração máxima de 45 dias para entrada no país. Após este período, você terá que

    solicitar uma nova validação.


    Temporariamente válido


    Se uma pessoa tem um histórico consistente, mas não verificável por e-mail, você pode obter temporariamente o passe de mobilidade, que será habilitado apenas por 30 dias a partir da entrada no país. Para poder validar no formulário permanente seu registro deve anexar, no prazo de 90 dias, o resultado do teste realizado em um laboratório autorizado em território chileno, que atesta que possui anticorpos IgM / IgG positivos contra coronavírus, realizados pelo menos 14 dias depois ter concluído o processo de vacinação através do link recebido pelo e-mail resposta.


    A validação terá duração máxima de 45 dias para entrada no país. Depois deste período, você deverá solicitar uma nova validação.



    *Antes de viajar ao Chile, você deve conhecer todas as medidas que terá que cumprir e entender que estão em constante avaliação e que podem ser modificadas de acordo com o cenário epidemiológico. Será responsabilidade do viajante cumprir o regulamento sanitário em vigor no momento da entrada no país.




    Mais informações podem ser obtidas diretamente no site do Ministério da Saúde do Chile através do link:


    https://www.gob.cl/coronavirus/pasoapaso