Aqui vamos trazer um guia completo de pontos turísticos que você pode conhecer quando estiver visitando a capital Chilena.

São muitas opções e você vai precisar definitivamente fazer um roteiro e de acordo com os dias de sua estadia definir os que mais te atraem.

Santiago é repleta de museus, artes, histórica, cerros, parques, shoppings e literalmente tem opção para todos os gostos e bolsos.

Vamos trazer algumas sugestões.

Basta selecionar as que quer conhecer e conte com a gente!


Museus de Santiago do Chile

A capital chilena é repleta de história, cultura, arquitetura e se você gosta vai ficar encantado com as opções que Santiago oferece. Muitas delas com entrada grátis.

Além disso, são várias exposições itinerantes que a cidade recebe ao longo do ano.

São mais de 20 Museus espalhados pela cidade, então não tem como conhecer todos em uma viagem de poucos dias.

Mas você pode escolher o que mais se aproxima com seus gostos pessoais.

Vamos dar alguns nomes de museus e trazer detalhes dos mais visitados.

  • Museu de la Memoria
  • Museu Interactivo Mirador
  • Museu Nacional de Bellas Artes
  • Museu Nacional de História Natural do Chile
  • Museu la Chascona
  • Museu Chileno de Arte Precolombino
  • Museu Ferroviario
  • Museu de Ciência e Tecnologia
  • Museu de Arte Contemporáneo
  • Museu Histórico Nacional
  • Museu Violeta Parra
  • Museu Numismático
  • Museu de Artes Visuais
  • Centro Cultural Gabriela Mistral
  • Museu da Solidariedade Salvador Allende
  • Museu da Ciência e Tecnologia
  • Museu Paleontológico do Chile
  • Museu do Colo-Colo
  • Museu Masónico
  • Museu Histórico e Militar do Chile

Museu de la Memoria y los Derechos Humanos

O Museu de la Memoria y los Derechos Humanos é ideal se você gosta de história e política. Agora se está com crianças, não é um lugar muito legal, por trazer muita tristeza, principalmente nas histórias das vítimas e dos familiares que tiveram seus direitos humanos violados.

Afinal o museu reúne em seu acervo fotos, vídeos e diversas atividades interativas dedicadas às vítimas do regime militar lideradas por Augusto Pinochet – que governou o Chile entre 1973 e 1990.

          Serviços

  • Entrada gratuita
  • Horário de funcionamento: terça à domingo, das 10h às 18h
  • Em janeiro e fevereiro, até às 20h
  • Endereço: Matucana 501, Santiago, Región Metropolitana, Chile
  • Localização: ao lado da estação de metrô Quinta Normal e do parque que leva o mesmo nome da estação

Museu Nacional de História Natural do Chile

Com uma arquitetura fantástica, o Museu Nacional de História Natural (MNHN) é um dos três museus nacionais do Chile, juntamente com o Museu de Belas Artes e o Museu Histórico Nacional.

O museu é um dos mais antigos museus de história natural da América do Sul. Foi fundada em 14 de setembro de 1830 e traz exposição de fósseis, esqueleto de baleia, mostra com detalhes a fauna e a flora de todas as regiões chilenas.

Hoje, o Museu conta com dezenas de exposições permanentes e temporárias, como a Chile Biogeográfico, que conta sobre a origem do universo e o ecossistema do território do país.

          Serviços

  • Entrada gratuita
  • Horário de funcionamento: terça à sábado, das 10h às 17h30, domingo das 11 horas às 17h30
  • Endereço: Plaza de Armas 951, Santiago, Región Metropolitana, Chile
  • Localização: estação do metrô Quinta Normal, no Parque Quinta Normal.

Museu Histórico Nacional

O prédio que abriga o Museu Histórico Nacional foi fundado em 2 de maio de 1911. Seu edifício era a Audiência Real e em setembro de 1982, o Palácio da Audiência Real foi inaugurado como a nova sede do Museu Histórico Nacional.

O museu retrata toda a história do Chile através das exposições através de 18 salas temáticas.Sua missão é proporcionar à comunidade nacional e internacional o acesso ao conhecimento da história do país, para que nela seja reconhecida a identidade do Chile.

Objetos do mundo rural, pinturas a óleo, peças mapuche, carruagem, roupas e até revólver são um pouco do que pode ser visto ao circular pelo Museu.

É possível subir ao alto da torre, através de uma estreita escada em caracol.  

          Serviços

  • Entrada livre
  • Horário de funcionamento: terça à sábado, das 10h às 17h30, domingo das 11 horas às 17h30
  • Endereço: Plaza de Armas 951, Santiago, Región Metropolitana, Chile
  • Localização: estação do metrô Quinta Normal, no Parque Quinta Normal.

Museu Interactivo Mirador

O Museu Interactivo Mirador é bastante interessante, principalmente se você estiver com crianças. Ele tem muitas curiosidades, é bem moderno e indicado para quem gosta de ciência e interação. Lá você aprende brincando.

Seu principal espaço é a Sala do Terremoto, onde se reproduz um sismo de magnitude 8 na escala Richter. Vale lembrar que o Chile é um dos países mais sísmicos do mundo.

O Museu Interactivo Mirador é uma coletânea composta por 11 salas interativas que expõem projetos de robótica, química, mineração, geografia, luminotécnica, sistema solar, energia e física.

          Serviços

  • Entrada $ 2.700 pesos chilenos criança e $ 3.900 adulto
  • Horário de funcionamento: terça à domingo, das 9h30 às 18h30,
  • Endereço: Av. Punta Arenas 6711, La Granja, Región Metropolitana, Chile
  • Localização: Estação de Metro Mirador, linha Verde 5

Museu Nacional de Bellas Artes

O Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) foi inaugurado em setembro de 1880, e ocupa o atual prédio desde 1910. O Museo de Bellas Artes é uma das obras arquitetônicas mais bonitas de Santiago.

Com design neoclássico, o espaço reúne as principais obras de artistas locais e europeus. Uma curiosidade é que em sua faixada é possível ver um mosaico que faz referência a importantes arquitetos, pintores e escultores da história da arte mundial.

Com um acervo de 5.600 pinturas e esculturas. Elas são bem diversas, contanto com artistas nacionais e internacionais e indo desde os tempos da colônia até os dias de hoje.

          Serviços

  • Entrada livre
  • Horário de funcionamento: terça à domingo, das 9h às 19h
  • Endereço: José Miguel de La Barra 650, Santiago, Región Metropolitana, Chile
  • Localização: Estação de Metro BellasArtes, linha Verde 5

 Museu Chileno de Arte Precolombino

No Museu Chileno de Arte Pré-Colombiana você vai encontrar diversos objetos e obras de artes da América do Sul e Central. Depois de muitos anos de negociação, o museu foi finalmente fundado em dezembro de 1981.

Ele funciona no Palácio de la Real Aduana que foi construído entre 1805 e 1807 no Centro de Santiago. O seu rico acervo está dividido em 7 categorias de região:

Mesoamericana (México, Guatemala, Honduras e El Salvado), Caribenha e Antilhas, Intermédia (Equador e Colômbia), Andes Central (Peru e Bolívia), Sul Andina (Chile e Argentina), Chaco Brasileiro e Fogo Patagônia.

Por lá, também é possível ver as múmias do povo Chinchorro, formado por pescadores que viveram há mais de 7 mil anos ao norte do Chile e sul do Peru. Há também esculturas Maias, tecidos Andinos e objetos de arte e cotidiano pré-hispânicos, incluindo os povos Incas e Astecas. É uma visita valiosa para estudiosos e amantes da história da América do Sul.

          Serviços

  • Entrada $ 4.500 pesos chilenos
  • Horário de funcionamento: terça à domingo, das 10h às 18h
  • Endereço: Bandera 361, Santiago, Región Metropolitana, Chile
  • Localização: Estação de Metro Plaza de Armas, linha Verde 5

Museu la Chascona

La Chascona é uma das três casas que pertenceu ao poeta Pablo Neruda.

Localizada no bairro Bellavista, La Chascona reflete o estilo peculiar de Neruda, em particular seu amor pelo mar, e agora é um destino popular para os turistas. 

Neruda começou a trabalhar na casa em 1953 para sua então amante secreta, Matilde Urrutia, cujo cabelo encaracolado inspirava o nome da casa; chascona é uma palavra chilena de origem quéchua, em espanhol, que se refere a uma cabeleira rebelde.

Decorada com objetos adquiridos pelo mundo todo, a coletânea é complementada pela bela vista das janelas, que nos apresentam um bairro boêmio e rico.

As outras duas casas do poeta também são museus abertas. Uma fica em Isla Negra e a outra na cidade de Valparaíso.

          Serviços

  • Entrada $ 7.000 pesos chilenos
  • Horário de funcionamento: terça à domingo, das 10h às 18h
  • Endereço: Fernando Márquez de La Plata 0192, Santiago, Providencia, Región Metropolitana, Chile
  • Localização: Estação de Metro Baquedano, combinação linha Verde 5 e linha vermelha 1


Obras Arquitetônicas da capital chilena

Santiago foi fundada pelo conquistador espanhol Pedro de Valdivia, no dia 12 de fevereiro de 1541, com o nome de 'Santiago de Nueva Extremadura' (em honra ao Apóstolo Santiago, santo patrono da Espanha). A cerimônia de fundação ocorreu no 'Cerro Huelén' (renomeado por Valdívia como Cerro Santa Lúcia). Assim, Pedro de Valdivia iniciou a conquista do Chile.

Até hoje Santiago guarda muitos prédios históricos e tem uma arquitetura que por si só vale o passeio.

Vamos apresentar alguns prédios que devem estar no roteiro de visita à capital Chilena.

Palacio de la Moneda


O Palacio de la Moneda foi projetado originalmente para abrigar a Casa da Moeda, quando o Chile era uma colônia espanhola. Devido à falta de recursos do governo colonial, a Casa Real Espanhola entregou o projeto a um particular.

O palácio foi construído entre 1786 a 1812. O arquiteto responsável foi o italiano Joaquín Toesca. A Casa da Moeda foi inaugurada oficialmente em 1805. Suas paredes são construídas com pedras muito grandes, chegando a mais de um metro de largura, para dar à construção a resistência necessária aos frequentes abalos sísmicos que ocorrem em Santiago.

Na realidade, o Palácio de La Moneda é uma das poucas construções da era colonial que ainda permanecem em pé na capital chilena.

O museu é uma das poucas casas do governo abertas à visitação, e reúne em sua galeria muitas esculturas e arquivos históricos.

Um dos pontos altos da visitação é a Troca da Guarda, que ocorre a cada dois dias, sempre às 10h, e aos finais de semana, às 11h. A cerimônia se assemelha a troca de guarda real da Inglaterra.

No subsolo do Palácio funciona o Centro Cultural La Moneda, um espaço dedicado a mostra de arte, cinema e de arquitetura moderna equipada para ser um local de descanso, lazer e trabalho para muitos chilenos e turistas.

Tribunales de Justícia


O Tribunales de Justícia, ou o Tribunal de Justiça de Santiago é o edifício que abriga o Supremo Tribunal do Chile, a Corte de Apelações de Santiago, a corte marcial Tribunal do exército chileno, da Força Aérea Chilena e Carabineros de Chile. 

Declarada Monumento Nacional em 1976, esta obra de estilo neoclássico que data do início do século XX é um símbolo do desenvolvimento imobiliário do Estado do Chile.

A entrada principal do edifício é emoldurada por um pórtico de duas camadas que é suportado por colunas dóricas de um andar no nível inferior. O pórtico é coroado por um frontão triangular contendo a figura de um condor em um livro aberto com a palavra LEX (latim para a lei) esculpida sobre ele.

Catedral Metropolitana de Santiago

A Catedral Metropolitana de Santiago é a sede da Arquidiocese de Santiago do Chile e o principal templo católico romano no país. Sua construção iniciou-se em 1748. Ela é dedicada a Assunção da Virgem Santíssima.

Ao fundar a cidade de Santiago, Pedro de Valdivia reservou um espaço destacado na Plaza de Armas para a construção de um templo. Muitos templos precederam o que existe atualmente. O atual templo foi, na verdade, o quinto a ser construído no local. 

Em suas dependências, é possível conferir os túmulos de vários nomes importantes do clero chileno e de figuras históricas do país, como Diego Portales, o organizador da república.

A obra foi declarada Monumento Nacional em 1951, e tem em destaque o altar todo lapidado em mármore branco e detalhes em Lápis-lazúli – pedra regional e valiosa – e também em bronze puro.

Plaza de Armas


Visitar a Plaza de Armas é uma obrigação para todo turista que vai à Santiago e é o ponto que mais retrata a história do Chile.

A Plaza de Armas é a principal praça de Santiago e o núcleo do centro histórico da cidade. É daqueles pontos turísticos mais conhecidos e visitados da capital chilena. 

 Ela surgiu junto com a fundação da cidade de Santiago, em 12 de fevereiro de 1541, e é considerada seu marco zero. Inicialmente, era uma quadra totalmente plana e somente em 1860 o local foi arborizada seguindo os padrões arquitetônicos europeus.

Na esquina entre as ruas Paseo Puente e Catedral encontra-se a Catedral Metropolitana de Santiago. 

Ao lado norte da praça encontramos três antigos edifícios governamentais:

  • Correo Central – que antes era a casa de Pedro de Valdivia
  • Museo Histórico Nacional - antes era o Palacio de la Real Audiencia
  • La Ilustre Municipalidad de Santiago – antiga prisão colonial, demolida e reconstruída após um incêndio.

 A Plaza de Armas também tem diversos monumentos históricos.

 Mercado Central

O Mercado Central é um prédio construído em 1869. Toda estrutura de ferro foi construída em Glasgow, na Escócia, e trazida em partes. Fica bem perto da Plaza de Armas e vale a pena dar uma conferida na arquitetura.

 O mercado é famoso por seus restaurantes especializados em peixes e frutos do mar.

 

Cerros e Parques em Santiago do Chile

Se você andou pesquisando sobre a capital chilena já deve ter percebido que Santiago está repleta de parques e Cerros e podemos dizer que um é mais lindo que o outro, todos sempre bem cuidados e muito visitados por turistas e pelos próprios chilenos.

Não importa a época que você está visitando Santiago, você pode apreciar um parque e voltar em outra estação e vai parecer que está em um lugar diferente.

Entre os parques e Cerros mais famosos e visitados estão:

  • Parque Bicentenário
  • Parque Metropolitano - Cerro San Cristóbal
  • Parque Araucano
  • Cerro Santa Lucía

Parque Bicentenário


O Parque Bicentenário situa-se na região de Vitacura e o nome é uma homenagem aos 200 anos da Independência Chilena.

O espaço conta com trilhas para caminhadas, aparelhos de ginástica, brinquedos para as crianças, mas uma das principais atrações é o lago de cisnes e flamingos que encanta muito os turistas, por suas belezas naturais.

Bem pertinho do Lago dos flamingos tem um lago de peixes que você pode alimentá-los com a ração especial que tem em uma máquina que você coloca as moedas, é como aquelas máquinas de chicletes. As crianças adoram colocar as moedas e pegar a ração para oferecer aos peixinhos.

A área do Parque Bicentenário conta com mais de 4.000 árvores, sendo sua grande maioria de espécies nativas. Se você estiver fazendo um tour com certeza o guia vai te contar a história da Palma Chilena, uma palmeira nativa que está listada como uma espécie vulnerável.

O parque conta ainda com outros atrativos, como um jardim para cegos, um tabuleiro de xadrez gigante e áreas específicas para piquenique.

Como Chegar ao Parque Bicentenário

O Parque Bicentenário fica na Avenida Bicentenário, 3.800 – Vitacura e conta com três acessos, um em cada ponta e um no meio: Perez Zujovic, Alonso de Córdova (meio) e Isabel Montt.

Embora não tenha uma estação de metrô tão próxima, a das imediações está a cerca de 2 quilômetros - a Tobalaba, que fica em frente ao Costanera Center.

O Parque fica aberto e a entrada é grátis.

Parque Araucano

Situado na região mais nobre da capital Chilena o Parque Araucano fica no bairro Las Condes e bem ao lado do Shopping Parque Arauco.

O parque tem duas paisagens distintas que podem ser observadas dentro do parque com suas diversas espécies plantadas como também a paisagem vista de dentro para fora, por a área é cercada de prédios gigantescos.

Durante o verão o parque vira palco de eventos, músicas ao vivo, feiras de artesanato e claro muitos adeptos de caminhada, pedaladas e piqueniques ao ar livre.

O Parque tem uma linda passarela, a “Puente Entre Parques”, que oferece uma linda vista e um local ideal para aquela foto de recordação. Ideal para a família toda o parque possui pistas de skate, quiosques para o seu piquenique, área de jogos infantis, quadras de basquete e de futebol, áreas para caminhada, um rosedal que fica lindo na primavera, diversos brinquedos para as crianças e no inverno ainda funciona uma pista de patinação no parque.

O Parque Araucano também oferece um complexo com cafés, restaurantes, centro de eventos, um parque de crianças KidZania e o Selva Viva, que recria uma floresta tropical. 

Então vale a pena tirar um dia para conhecer o Parque Araucano com a família toda.

Como Chegar ao Parque Araucano

O Parque Araucano fica na Presidente Riesco 5.698, Las Condes.

As entradas do Parque Araucano ficam nas avenidas Cerro Colorado, Presidente Riesco e Manquehue. Ele está aberto diariamente das 9h às 21h e a entrada é grátis.

Parque Metropolitano – Cerro San Cristóbal

O Parque Metropolitano engloba diversos parques e o Cerro San Cristóbal. Então se você quer passar por lá o ideal é que dedique um dia a essa região, pois tem muita coisa boa e bonita para ver.

O parque é composto por outras seis áreas além do San Cristóbal: os cerros Chacarillas e Los Gemelos, Tupahue, Lo Saldés, Pirámides e Bosque Santiago. Todo esse espaço cobre 772 hectares nos bairros Huechuraba, Recoleta, Providencia e Vitacura, fazendo desse um dos maiores parques urbanos no mundo.

O Parque Metropolitano conta com quadras esportivas, trilhas, áreas reservadas para churrasco e piquenique, duas piscinas públicas, Jardim Japonês, anfiteatro, e muita atividade para as crianças e uma das que mais se destaca é o Zoológico Nacional.

O Cerro San Cristóbal oferece suas atrações a parte entre elas estão o passeio de funicular, o teleférico e a visita à Estátua da Virgem Maria de 22 metros, inaugurada em 1908.

Como Chegar ao Parque Metropolitano

Se vai subir o de funicular a entrada fica pela Pío Nono 450, P 2, Recoleta, Región Metropolitana, se vai de teleférico a entrada fica na Rua Pedro de Valdivia.

O Parque Metropolitano abre diariamente das 8h30 às 20 horas, no horário de verão e no inverno fecha uma hora mais cedo. A entrada é grátis.

O Parque abre diariamente, mas o teleférico fecha às segundas-feiras. Já as demais atrações têm horários de funcionamento específico e valores de ingresso cobrados a parte.

Cerro Santa Lucía

Localizado na área central de Santiago está o Cerro Santa Lucía. Foi nesse lugar que a cidade foi fundada, no dia 13/12/1540, dia de Santa Luzia - por isso o nome.

Antigamente era um morro sem vegetação chamado pelos indígenas Mapuches de Huelén, que significa dor.

O morro foi utilizado como fortaleza durante um longo período de guerras entre as forças leais ao rei da Espanha e os patriotas que procuravam a independência da coroa.

O local possui um belo mirante de Santiago e arredores de onde é possível avistara a Cordilheira dos Andes no horizonte e alguns binóculos para ver a capital em detalhes. O percurso conta com esculturas, murais e uma fonte inspirada na Fontana di Trevi em Roma.


Bairros turísticos em Santiago do Chile

Santiago oferece diversas atrações. E alguns bairros merecem um turismo a parte.

  • Bairro Lastarria,
  • Paris - Londres
  • Providência
  • Bellavista

Bairro Lastarria

O bairro Lastarria é uma mistura de cultura e gastronomia.

Lastarria é um bairro histórico e muito turístico, além de possuir atividades culturais, teatros, museus, bares, sorveterias e cafeterias. 

Outra atividade muito concorrida é visitar a feirinha de antiguidades que acontece na Praça Mulato Gil de Castro aos domingos.

Paris – Londres

O bairro Paris - Londres, chamado assim por conta dos nomes das ruas e arquitetura que lembram a Europa. As ruas de paralelepípedos e as luminárias de cor amarela fazem uma perfeita combinação nas tardes de Santiago.

É inacreditável, como a um quarteirão da Avenida Alameda, entrado pela rua da igreja San Francisco, parece que você está literalmente em outra cidade.

O bairro é um charme e merece a visita.Ideal para se hospedar e claro tomar um delicioso café pelos arredores.

Bairro Providência

O bairro Providência fica em uma área semi nobre de Santiago. É neste bairro que o famoso prédio Sky Costanera Center, maior prédio da américa latina, está localizado.

Em Providência é possível encontrar de tudo um pouco. Restaurantes para todos os gostos, lojas, lanchonetes e suas ruas são bastante seguras.

Devido aos diversos hotéis na região é uma área que costuma estar sempre cheia de turistas.

Bellavista

É em Bellavista que se encontra o Cerro San Cristóbal e a La Chascona, casa do poeta Pablo Neruda.

Este bairro é bastante boêmio e conhecido por sua decoração com artes de rua em cores vibrantes e chamativas.

 Também é o bairro preferido dos que buscam ter uma vida noturna animada, pois oferece ótimos bares, clubes e restaurantes.


Passeios imperdíveis

Santiago oferece diversas atrações e existem algumas que não podem ficar de fora do seu roteiro então anote aí:

  • City Tour
  • Pistas de Ski
  • Portillo
  • Valle Nevado
  • Parque Farellones
  • Viña del Mar y Valparaíso
  • Vinícolas
  • Cajon del Maipo Embalse el Yeso + Termas


Veja outros artigos importantes 

.     

Não esqueça do Seguro Viagem!

Uma dica importante é sempre pensar de ter um seguro para a sua viagem, assim se acontece algum imprevisto a sua viagem nao vai por agua abaixo.

E você pode adquirir esse seguro com preço incrível economizando muito.


Solicite atendimento do consultor